top of page
banner 3.jpeg

Da nossa família, para a sua

Sexta-feira Santa e o Costume de Comer Peixe: Uma Tradição Centenária


A Sexta-feira Santa é um dia muito importante para os cristãos ao redor do mundo, marcando a crucificação de Jesus Cristo. Nesse contexto, a prática de abster-se de carne vermelha, optando pelo consumo de peixe, é uma tradição antiga e reverenciada.


A origem desse costume remonta aos primórdios do Cristianismo, quando a abstinência de carne vermelha era considerada uma forma de penitência e reflexão, em memória do sacrifício de Jesus na cruz. O peixe, por sua vez, assumiu um papel central nessa prática, não apenas por ser uma fonte alternativa de alimento, mas também por sua associação simbólica com os discípulos de Jesus, muitos dos quais eram pescadores.


Além de seu significado religioso, o hábito de consumir peixe na Sexta-feira Santa está enraizado na Quaresma, um período de 40 dias de preparação para a Páscoa, durante o qual os fiéis se dedicam à oração, ao jejum e à penitência. O peixe, por ser uma opção mais leve, tornou-se uma escolha comum para cumprir os preceitos religiosos durante essa época.


Essa tradição transcende fronteiras e influencia a culinária de várias regiões ao redor do mundo. Pratos à base de peixe, como bacalhau, salmão e tilápia, são preparados de acordo com as tradições locais e os ingredientes disponíveis, refletindo a diversidade cultural e gastronômica de cada lugar. Ao mesmo tempo, esse costume une as pessoas através da gastronomia, proporcionando uma experiência compartilhada e significativa durante a Semana Santa.


Comments


bottom of page